8# Editorial: Spellbound

Photography by Steven Meisel | Styled by Edward Enninful | For W magazine

Last year by this date I suggested inspiring outfits for Halloween but this year I bring you an editorial by Steven Meisel for W magazine. A concept of strong photography with a fantastic production. Where the styling is designed to the last detail. I particularly liked the concept of storytelling in which every picture tells a story. I would say fashion meets spooky. I hope you enjoy it and I wish you a fun and spooky Halloween!


No ano passado por esta data sugeri disfarces para o Halloween mas este ano trago-vos um editorial de Steven Meisel para a revista W magazine. Um conceito de fotografias fortes e de uma produção simplesmente fantástica. Onde o styling é pensado ao último detalhe. Gostei especialmente do conceito storytelling em que cada imagem conta uma história. Eu diria fashion meets spooky.  Espero que gostem e desejo-vos um halloween divertido e assustador!  

Follow on Bloglovin

29# Look: The Two Demin Pieces




Demin jacket: Primark (UK) | Blouse: Honeymoonmuse | Jeans: Primark (PT) | Creepers: Primark (UK)  

After a long time without post looks here in the blog, they are finally back! But the next outfits will be without a video, as you are used to. The reason is that my friend who helps me so much to photograph and film the videos will be out of the country and therefore the videos will stop for awhile and I will soon start shooting everything for the blog alone, I see it as a challenge! Speaking about the outfit today: was what I used when I was a few hours in London (I hope to show some photographs soon) which by the way is quite comfortable even with creepers. I have to confess that I am the type of person who doesn't like to see more than one denim piece in one outfit, but soon I realized that if properly combined with light and dark denim makes a contrast that works quite well. To give a more feminine touch to this look I decided to use my basic black shirt with transparency from Honeymoonmuse and a black female bag. My new creepers ( was constant demand but finally got them ) that give a touch more grunge. A outfit with many contrasts that work very well together, I would say. What do you think of these contrasts? Yay or Nay?


É verdade, depois de imenso tempo sem publicar propostas de conjuntos finalmente voltei com um conjunto novo. Mas a verdade é que os conjuntos irão deixar de vir acompanhados com um video,como já vos tinha habituado. A razão é que a minha amiga que tanto me ajuda ao fotografar e filmar os videos irá se ausentar do país e sendo assim os videos irão parar por algum tempo e em breve irei começar a fotografar tudo para o blog sozinha, vejo-o como um desafio!  Falando do conjunto de hoje, foi o que usei quando estive umas horas por Londres (que em breve espero mostrar algumas fotografias) que por sinal é bastante confortável até com os creepers. Confesso que sou do tipo de pessoa que não gosta de ver mais de uma peça de ganga num só conjunto, mas depressa percebi que se for bem conjugado com ganga clara e escura que faz um contraste que funciona bastante bem. Para dar um toque mais feminino ao conjunto decidi usar a minha camisa preta básica com transparência da Honeymoonmuse e uma mala bem preta feminina. Para contrastar usei os meus novos creepers (foi uma procura constante mas finalmente os tenho) que dão um toque mais grunge. Um conjunto com muitos contrastes que funcionam bastante bem entre si, diria eu. 
O que acharam destes contrastes? 

Follow on Bloglovin


TheQ: The first social camera


photos: theqcamera

In my daily research by Behance (a graphic designer thing) for inspiration, this branding project quickly caught my attention and the all project. It's called TheQ, the first brand to invent a camera that has the functionality to put pictures directly on social networks. The general concept is simple: an appealing design and simple options for easy use. These cameras are exclusively for digital use, because their quality 5 megapixel is not suitable for printing photographs. Has a wireless system built to make it easy the transition of photos directly to the social networking. Other interesting option is the color filters and the ability to be waterproof. For a price of 100$ you can have this awesome camera. Visit the site here to see more.


Numa das minhas pesquisas diárias pelo Behance (a graphic designer thing) em busca de inspiração, o branding deste projecto depressa me chamou à atenção e o próprio projecto ainda mais. Trata-se assim do TheQ, a primeira marca a inventar uma máquina fotográfica que tem como funcionalidade fotografar para colocar directamente nas redes sociais. O conceito geral é simples: um design apelativo e opções simples para fácil uso. Estas máquinas são exclusivamente para uso digital, pois a sua qualidade de 5 megapixels não é indicada para fotografias para impressão. Têm um sistema de wireless incorporada para que seja fácil a transição das fotografias directamente para as redes sociais. Outras opções interessantes são os filtros de cor e a capacidade de ser à prova de água. Por um preço de 70€ podem ter uma máquina fotográfica divertida como estas. Visitem o site aqui, para saber mais.    

Follow on Bloglovin

6# Music: The Neighbourhood

Photos: Google

The Neighbourhood is an American alternative rock band formed in 2011.
After releasing two EPs I'm sorry ... and Thank you in April of this year they debuted their first album I Love You. They recently started performing on tour with the band, Imagine Dragons. The gentle voice of the vocalist Jesse Rutherforde gives a more sentimental touch into their songs but always next to the alternative rock style. Apart from his voice I really loved their vision in music. From the lyrics to the music videos that  always have a creative side. If you didn't know this band, you should! About the previous post, I was going to show you when I went to London but unfortunately I had a small problem with the files and hopefully I can recover them.


The Neighbourhood é uma banda americana de rock alternativo formada em 2011.
Começaram por lançar dois EPs I'm sorry... and Thank you e em Abril deste ano estrearam o seu primeiro albúm I Love You. Recentemente começaram a actuar em tour juntamente com a banda, Imagine Dragons. A voz suave do vocalista, Jesse Rutherforde dá um toque ainda mais sentimental e delicado ás suas músicas mas sempre bem ao estilo do rock alternativo. Para além da sua voz o que me cativou ainda mais nesta banda foi sem dúvida a sua visão na música. Desde as lyrics aos videos musicais que conseguem ter sempre um quê de artísticos. Se ainda não conheciam esta banda, conheçam que vale bem a pena! Quanto ao post anterior, fiquei de vos mostrar a minha pequena passagem por Londres mas infelizmente tive um pequeno problema com os ficheiros e espero conseguir partilhar na mesma se os conseguir recuperar. 

Follow on Bloglovin


4# Egypt: Hurghada

photos by she walks



The end of my journey through Egypt ends in Hurghada.
Hurghada is a turist town located on the shores of the Red Sea.
After visit the most historic spots in Cairo and Luxor, Hurghada was the perfect destination to rest on the beach and just enjoy the heat in Egypt ! We chose to stay at the Marriott hotel a five star hotel very well situated with beach very close. Since there are few tourists at Egypt a way to attract customers is to have lower prices and the prices at this hotel are from 60 € per night! It is an excellent opportunity for those people that are looking for a good holiday destination for relaxing beach and it is definitely a strong point for the country at this time! On these photographs you can see the hotel and the beautiful view of the beach which is connected to an island to the view of the desert! The room had a large balcony which as you can see had a spectacular light, as blogger that I am, I had to take some photos with this natural light. In the pictures you can see also the breakfast with waffles and some typical food of Egypt. We Portuguese normally eat food with so many sugar but Egyptians prefer saltier food, I would say that are habits of each country. I really like these days with my brothers and my sister's boyfriend , half Argentine half  Egyptian. And yes, in that photo it's me and my sister, some people say that we are very similar! In conclusion, I consider Hurghada a great place for anyone who are looking for a good beach and a few days to rest but if you prefer to visit the pyramids it has to be in Cairo or if you prefer to see the temples of Luxor Egypt will be the best option. The Egypt posts end here but next i will show you a bit of London, so stay tuned!


E assim termino a minha viagem pelo Egipto em Hurghada.
Hurghada é uma cidade turística localizada nas margens do mar vermelho.
Depois de conhecer os pontos mais históricos no Cairo e Luxor seguimos até Hurghada, a paragem perfeita para descansar pela praia e simplesmente aproveitar o imenso calor que existe no Egipto! Escolhemos ficar no hotel Marriott, um hotel de cinco estrelas muito bem situado e com praia. Para quem não sabe em época baixa e visto que existem poucos turistas pelo Egipto uma forma para atrair clientes é mesmo baixar os preços e neste hotel os preços estão a partir de 60€ por noite! O que é uma excelente oportunidade para quem procura um bom destino de férias para relaxar e com praia bem perto, é sem dúvida um ponto forte para o país nesta altura! Pelas fotografias podem ver o hotel e a bela vista que tem, entre a praia que está ligada a uma ilha até há vista do deserto que se pode avistar!  O quarto tinha uma linda e grande varada que como podem ver tinha uma luz espectacular e claro, como blogger que sou, tinha que aproveitar para fotografar aquela excelente luz natural. Nas fotografias podem ver também o pequeno-almoço composto por waffles e claro, bolinhos e salgados típico do Egipto. Enquanto que nós portugueses temos tendência para comer ao pequeno-almoço alimentos doces os egípcios preferem comida mais salgada, eu diria que são hábitos de cada país. Foram óptimos dias para descansar com os meus irmãos e o namorado da minha irmã, metade argentino metade egípcio. E sim, na fotografia sou eu e a minha irmã, e então acham-nos parecidas? Há quem diga que sim!  Mas concluindo, considero Hurghada um excelente local para quem procura uma boa praia e uns dias para descansar mas se preferem visitar as pirâmides terá que ser no Cairo ou se preferem ver os templos do Egipto Luxor será a melhor opção.  E assim terminam os posts no Egipto e ainda vos irei mostrar um pouco de Londres por isso fiquem atentas! 

Follow on Bloglovin

4# Egypt: Luxor

photos by she walks

Luxor: For those who haven't seen the first part of my journey in Cairo you can see it here. Once visited Cairo I went to Luxor. A city full of history and known for the amazing temples. The first temple we visited was the temple of Karnak, the largest of the Egyptian temples that took thousands of years to built. It is a huge temple and can take about three hours to visit. The second temple we visited was the Temple of Luxor we visited at night and I found very interesting the way the lights look on the columns and the subscripts on the walls it was really beautiful. I didn't photographed much of the temple at evening because my photos had some noise because of the wind sand, something normal for those who are in the desert. The temple of Hatshepsut was the last visited it was the smaller temple of all but view is extraordinarily beautiful of the desert. 

Gastronomy: Unfortunately I didn't photographed much Egyptian food, but with these photos you can see how it is the food in Egypt. The Egyptians also eat soup as we in Portugal but with ingredients like lentils, chicken,lamb, etc.. Egyptian entries are always with many sauces that they eat with the bread. I have to say that these sauces are really different from the others that exist in Portugal but it is always worth a try! The salads seem to be very similar to ours and they are, the only different is that they use many spicy vegetables. The second dish we order was like the Portuguese "bitoque" with some differences: rice has small pieces of dough and the meat is cow beef. As for dessert we order a sweet rice that is very similar to sweet rice from Portugal with rice and milk but with a slightly different flavor. Later at night we came to a outdoor bar and I decided to try a cocktail without alcohol ( 99 % of the drinks are without alcohol because the Egyptians do not drink alcohol ) with various flavors from melon, strawberry, mango etc.. If there's one thing I noticed is that the Egyptians are very good to make juices!

As tradition of Egyptians smoke shisha socially and I had to take a picture of it. In the next post I'll talk a little about Hurghada that was the last destination. What did you think about this city, Luxor?


Luxor: E assim continuo a mostrar-vos como foi a minha viagem pelo Egipto. Para quem não viu a primeira parte sobre a minha estadia no Cairo pode ver aqui. Depois de conhecer um pouco o Cairo visitei Luxor, uma cidade cheia de história e conhecida pelos seus inúmeros templos. O primeiro templo que visitei foi o de Karnak, o maior dos templos egípcios e que levou milhares de anos a ser construído. É realmente um templo enorme e pode levar cerca de 3 horas a visitar mas é rico em vestígios egípcios. O segundo templo que visitei foi o templo de Luxor que visitei à noite e que achei super interessante porque a forma como as luzes insidiam nas colunas e nos subscritos nas paredes era mesmo bonita. Não fotografei muito este templo porque de noite as fotografias ficavam com um pequeno ruído, ruído esse de vento com alguma areia, algo normal para quem está pelo deserto. E por último visitei o templo de Hatshepsut, o templo mais pequeno de todos mas que a entrada do mesmo é extraordinariamente bela e que tem uma vista linda do deserto. Os templos que visitei de dia visitei de manhã com temperaturas mais altas que 34º de certeza, custou um bocado mas valeu bem a pena ver tudo o que vi que foi simplesmente lindo.

Gastronomia: E a comida típica do Egipto, devem estar a perguntar-se? Infelizmente fotografei muito pouco a comida, mas por estas fotografias podem ficar com uma ideia de como é a gastronomia no Egipto. Os egípcios também comem sopa como nós portugueses mas com ingredientes como lentilhas, frango, carne de cordeiro,etc. Nas entradas egípcias existem sempre muitos molhos em que eles usam para comer com o pão. Tenho a dizer que esses molhos são realmente diferentes aos molhos que existem em Portugal mas vale sempre a pena experimentar! As saladas parecem ser muito parecidas como as nossas e realmente são, apenas que eles utilizam muitos legumes picantes. No segundo prato que pedi é um género de bitoque com as diferenças que o arroz tem pequenos pedaços de massa e a carne é de vaca. Quanto ás sobremesas, provei um doce que parecia exactamente o arroz doce que existe em Portugal, com o arroz e o leite como ingredientes mas com um sabor ligeiramente diferente. Mais tarde num bar ao ar livre decidi experimentar um cocktail sem álcool (99% das bebidas são sem álcool porque os egípcios não bebem bebidas com álcool e quando existe em algum bar é mais para os turistas) com vários sabores desde melão, morango, manga,etc. Se há coisa que reparei é que os egípcios fazem sumos muitos bons e inventam imensos sabores que resultam sempre bem.  

E como já é tradição dos egípcios fumarem socialmente shisha tinha que ter uma fotografia disso. E por Luxor foi assim, no próximo post irei falar um pouco de Hurghada o último destino perfeito para os turistas que procuram praia e muito descanso! O que acharam de Luxor e dos seus templos?


Follow on Bloglovin

VIOLET

© SHE WALKS
Maira Gall